Informações da página

Você está em: Página Inicial > Notícias

Início do conteúdo

Campus Alvorada realizou o evento "Mulher: Mil vidas em uma"

No dia 21 de março, o Núcleo de Ações Afirmativas (NAAIA) do Campus Alvorada do Instituto Federal (IFRS), em uma parceria com o Centro de Educação Profissional Professor Florestan Fernandes, promoveu o evento "Mulher: Mil vidas em uma". Das 13h às 21h, o público pode conferir oficinas, roda de conversa, painel, espaço "Não me Kahlo" e apresentação musical. O objetivo das atividades foi propor um momento de reflexão, cultura, manifestação e discussão dos temas relacionados as lutas das mulheres sob os mais diversos olhares: violência, saúde e sexualidade, maternidade, inserção no mercado de trabalho, participação política, educação, preconceito racial e misoginia. Participaram docentes e técnicos-administrativos do IFRS, alunos do Campus Alvorada, dos cursos técnicos de Tradução e Interpretação de Libras e de Agente Comunitário de Saúde e comunidade.

A recepção foi realizada pelo diretor-geral do Campus Alvorada, Fábio Marçal; pela coordenadora do NAAIA, Maria Cristina Viana Laguna; e pela diretora do Centro Florestan Fernandes, Heloísa Vaz.

Para Marçal, o evento se propõe a "uma reflexão extremamente necessária a todos os que se envolvem no processo de educação. Sejam educadores, alunos ou comunidade externa, que vê no IFRS um espaço com potencial de formação e de construção da cidadania. Todos esses entes são bem-vindos e colocados nesse espaço, onde se discute a questão de gênero, o combate ao machismo, o enfrentamento da violência contra a mulher. Esse tipo de temática tem uma importância central na construção do Campus, esse é um dos horizontes da nossa proposta pedagógica inclusiva e com uma postura emancipatória".

Em seguida, foi realizado o painel "Avanços e retrocessos nas ações e combate a violência contra a mulher", com a coordenadora da Comissão Especial dos Direitos da Mulher, Telassim Lewandowski e com a delegada de Polícia Especializada no Atendimento à Mulher/DEAM de Alvorada, Luciana Muniz Caon.

Após, foram oferecidas duas oficinas: "O papel do feminismo para a luta por igualdade de direitos da mulher hoje, com a professora de direito da FAPA, Janaína Bujes e "Autonomia alimentar e protagonismo da mulher", com Lara Werner.

A tarde foi encerrada com a apresentação da banda Blues e Poesia, com um repertório selecionado especialmente para o evento. O trio, formado por Rossana Silva (vocal), Gustavo Araújo (violão) e Jardel Telles (percussão), tocou músicas gravadas por intérpretes como Elis Regina, Cássia Eller e Rita Lee.

A noite, a professora do Senac de Novo Hamburgo, Vaniza Mello Escoto e a militante feminista e ex-vereadora, Anita Kieling coordenaram a roda de conversa "Não me calo!".

Ao longo de todo o dia, esteve aberto o espaço #naomekahlo, uma intervenção fotográfica que faz referência a Frida Kahlo, com os professores responsáveis pelo áudio-visual do Campus Alvorada, André Noronha Furtado de Mendonça e Daniel Bassan Petry.

Foram intérpretes de Libras: as tradutoras e intérpretes de Libras Karina Chaves de Lima (Campus Alvorada) e Quetlin Ester Camargo Ribeiro de Araújo (Campus Porto Alegre) e as alunas do curso técnico de Tradução e Interpretação de Libras, Amanda Alfaia e Vanessa Ferrugem. Estiveram presentes no evento os servidores do Campus Alvorada: Ademilde Irene Petzold Prado, Adriana Silva Martins, Alaor Ribeiro de Souza, Claudia Cristina Ludwig dos Santos, Guilherme Brandt de Oliveira, Luciana Delgado da Silva, Neudy Alexandro Demichei, Renata Ohlson Heinzelmann Bosse e Walkyria Quedi Taborda Borsato. Também prestigiaram o evento os servidores do Campus Viamão (IFRS) Carlos Robério Garay Correa e Carlos Edgar Sander.

 

Galeria

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul


E-mail: gabinete@ifrs.edu.br | Dúvidas de Acessibilidade:siep@bento.ifrs.edu.br | Ouvidoria